O 1° Aninho do Heitor – Tema Minions

Foram 8 meses de madrugadas em claro, pesquisando, medindo, cortando, tudo para que a festa de 1 ano do seu filhote Heitor ficasse linda como ela sempre sonhou. A Rakane, mamãe criativa e habilidosa, colocou a mão na massa e fez quase tudo do aniversário que vocês verão a seguir. O tema foi Minions e os detalhes ficaram super fofos, confiram e se inspirem com esta mamãe e seu pequeno =)

Fotografia: Rudner Galbatto Studio / Bolo e Doce : Mãos de Fada / Personalizados e Lembrancinhas: Rakane Costa / Sacolinha Surpresa Artesanal: Rakane Costa / Decoração : Fabiana Castro (Inventando Sempre Festas) / Balões: Moleka Mega Eventos

Festinha linda né gente? Fiquei impressionada quando soube que foi a mamãe quem fez. Parabéns Rakane, adorei dividir com as leitoras do blog tantas inspirações. Muita saúde para seu lindo Heitor e felicidades para toda a família!

Beijos, Mila Moura

, , , , , , , , ,

Lugar de bebê é no colo!

Não é novidade para ninguém que LUGAR DE BEBÊ É NO COLO. Mas, não é bem isso que vemos por aí! Cada dia mais, as pessoas querem explicar o quanto o colo ou a necessidade de aproximação corporal da mãe com o bebê fazem da criança de COLO (até os 6 meses de vida) um bebê mimado e com o futuro pré estabelecido, afinal muitos pitaqueiros de plantão não aliviam: “tira esse menino do colo, ele vai dar um trabalho e nunca vai te deixar fazer nada sozinha”. Mas… será mesmo?

Lembro que há quase 6 anos atrás, Lara saiu da minha barriga e preencheu os meus braços. Ela não dormia sozinha (e ainda não dorme, assunto para outro post!), ela mamava em livre demanda e completamente de acordo com as suas necessidades. Eu estava em segundo plano, é verdade, não conseguia fazer muito além de um banho rápido, um café da manhã corrido e escovar os meus dentes (muitas vezes já com ela no colo, esperando ansiosa pela sua primeira mamada da manhã). Não tinha carrinho, móbile de ursinho, colo de avó, de avô, brinquedinhos sonoros que diminuíssem a sua necessidade por MIM. Veja bem, que destino lindo que eu colhi pra mim: existia alguém no mundo que queria o MEU cheiro, o MEU colo, o MEU cuidado, escutar a MINHA voz, puxar os MEUS cabelos, beber do MEU leite, engrandecer a MINHA existência.

Antes de eu ser mãe, a pessoa que mais sentia a minha falta e se importava comigo era de fato a minha mãe, mas essa já não conseguia ter controle sobre os meus atos, meus horários e mesmo que tentasse muito, o nosso relacionamento nem era lá essas coisas todas. Afinal, eu era uma ‘adulta’ e não queria colo, cheiro, batida do coração… eu queria não depender de ninguém e que de quebra, ninguém dependesse de mim. É quando a vida te surpreende e você descobre que ficou completamente dependente de uma pessoa que não te deixa só nem por um minuto, que faz do seu colo uma rede, que não te permite ir ao banheiro sem ficar de ouvidos bem atentos. Você percebe que a loucura chegou até você. Em forma de amor, é claro.

Minha tia mandava, minha avó se irritava, minha mãe temia por mim: “deixe essa menina em paz, no berço, dormir só, não nine, não pegue ela no colo assim que chorar, você vai mimar, mimar, mimaaaaaaaar”. Ela precisava de mim, é verdade, mas o que ninguém sequer conseguia entender que a necessidade era minha também. Tinha um buraco no meu corpo, eu também sentia a sua falta, mas ela já era minha parceira, ela me escutou durante muitos meses e acredite, todas as noites quando eu chorava na minha cama sozinha ela se mexia, como quem dissesse “fica assim não, eu estou por aqui”. Como explicar aquela ligação para as pessoas? Não dá. E sabendo disso desde o começo, apenas mantive a minha postura reafirmando que o meu colo era TODO dela e eu estava ali, nos primeiros 6 meses, ou enquanto a minha amamentação exclusiva existisse, que eu seria apenas dela.

Você acha que vai mimar o seu bebê de COLO com COLO? Vale a pena prestar um pouquinho de atenção nas palavras da minha amiga e psicologa do Desenvolvimento Infantil, Carol. Quem sabe assim, você não perceba que seguir o seu instinto materno é bem melhor, mais fácil e mais recomendado?!

Colo é o lugar onde o bebê encontra segurança e proteção. Quando seu bebê pede colo ele está solicitando apoio para suportar o desconhecido. Colo não é frescura, não deixa o bebê mimado. Quando a criança está no colo materno ela é capaz de se sentir acolhida, a respiração da mãe confirma sua existência, os batimentos cardíacos afirma seu vigor, o cheiro acalma o contato com a pele proporciona prazer, e o olhar, ah, o olhar é a prova da existência do amor incondicional!

Não negue colo, seu filho ganhará autonomia com o amadurecimento emocional. Condicionamentos que sugerem a negação de colo (carinho e aconchego) não proporcionam segurança ao bebê, crianças precisam de figuras de apego externo para Internalizar emoções positivas.

Siga os seus instintos, siga o seu amor. Não existe bebê mimado, existe bebê amado.

O meu colo já está se preparando para a chegada de Alice, que assim como Lara, receberá de mim todo a prioridade dentro das minhas possibilidade. Afinal, mãe de duas deve ser um pouquinho diferente! Mas os pratos vão esperar, a casa vai desorganizar, a vida vai ser mais corrida… e os meus braços estarão cheios de amor para dar.

Nanda
ananda@meudiadmae.com.br
Instagram @meudiadmae
Fan Page: Meu Dia D Mãe

, , , , , , , ,

O 1° Aninho do Dudu – Tema “Passarinhos”

Hoje estou super suspeita pra falar, o aniversariante é meu sobrinho postiço e a mamãe dele, também decoradora da festa, é uma querida amiga. Já viram né? Babei em cada foto, suspirei em cada detalhe e me derreti com as imagens do galego lindo da tia Mila=)

O Dudu é um mini galã que no auge do seu 1 ano de vida tem o poder da conquista. Não tem quem não se apaixone pelos seus olhos azuis. E o melhor, além de lindo, ele é pura simpatia, o que deixa a mamãe toda boba. A Kiara é decoradora de eventos, ela arrasa em todas as festinhas e não faria diferente no aniversário do filhote!

O tema foi passarinhos e a cor predominante foi o azul. Gaiolinhas, ovinhos, ninhos e muitos outros lindos detalhes fizeram parte desta decoração cheia de amor, confiram, o post está super inspirador!

Fotos: Nathy Lugon / Decoração: Kiara Vieira Martins / Bolo: Vânia Elihimas / Doces: Mariana Parini / Personalizados: Celebrart / Caixinhas: Mimus Personalizados

Ele não é lindo gente? Titia ama e morre de saudade. Parabéns Kill pelo primeiro aniversário do galego, tudo estava perfeito. Muitos anos de vida pro Dudu e muito amor pra esta família que amo de paixão!

Beijos, Mila Moura

, , , , , , , , , , , , , ,

#LookdaLara – moda para pequenas

Oba! Chegou no Blog uma sessão novinha em folha que vai animar as mamães de meninas, afinal qual é a mãe que não gosta de lookinhos para se inspirar?

O nosso primeiro mini editorial conta com a participação ilustre de uma marca pra lá de confortável e com preços super acessíveis para todas as mamães, a Malwee para Brasileirinhos Shopping Recife e Shopping Tacaruna, tem uma equipe super paciente e uma infinidade de looks possíveis para os nossos pequenos. Os looks do editorial foram escolhidos por mim, mas contei com uma mãozinha especial da loja Tacaruna para compor todos os detalhes. As fotos são da querida Vanessa Bicalho Fotografia  e o resultado ficou demais!! Você vai amar! :D

Look: Um gatinho pra chamar de seu

O shortinho lilás super combinou com a blusinha de gatinho com detalhes em renda nas manguinhas e nas costas.  Para finalizar o look usamos uma faixinha de cabelo lilás com um laço super lindo. Esse conjuntinho foi montado por mim, mas super ficou parecendo que a faixinha e a blusinha de gatinho são um parzinho, né?! Ficou super fofo e muito confortável! Vale a pena: o shorthinho conta com elástico de ajuste na cintura. Lindo, prático e econômico! ;)

Must Have: preto e branco

Eu amo investir em peças coringas para a Larinha também! No guarda roupa dela, sempre tem um shortinho ou sainha mais colorida que fica linda com uma blusinha branca ou em tons neutros, ou ainda uma batinha colorida que ficaria perfeita com um shortinho de cores sóbrias. Não gosto de investir em looks totalmente branco (porque suja demais), nem 100% preto (porque dá um ar muito adulto), mas brincar com as duas cores e jogar uma faixinha colorida para enfeitar o cabelo, super faz o meu estilo! :)

O shortinho preto tem detalhes tribais em branco (super em alta!) e a blusinha básica é um clássico indispensável na vida de qualquer menina. A faixinha deixou o look mais alegre! #FicaaDica: a sapatilha dourado poderia ter sido substituída fácil, fácil por um sapatinho vermelho, uma cor quente que faz a maior diferença nos looks mais sóbrios e clássicos.

Look mocinha: Blusinha de botão e shortinho jeans

Eu sou suspeita para falar, mas amo de paixão usar e abusar dos shortinhos jeans nos looks infantis e adultos. Além de super confortável, ele dá um arzinho mais arrumadinho para os passeios de final de semana. Dependendo da composição, o shortinho jeans com uma batinha ou blusinha + sapatinho fica fofo até para ir a uma festinha mais descolada.

A batinha de algodão na corzinha rosa super combinou com o shortinho jeans escuro! Para finalizar o look, fizemos um penteado discreto na lateral, deixando a pequena com uma carinha de gente grande na medida certa! <3 Dá para ver pelas fotos que ela amou o resultado, não é?

Local: Poço da Panela (Casa Forte- Recife) /#LookdaLara: Malwee para Brasileirinhos Shopping Recife e Shopping Tacaruna / Fotos: Vanessa Bicalho Fotografia

Amamos o resultado do primeiro #LookdaLara e vocês? Esperem que virão muitos outros por aqui! :) Quem sabe não expandimos a sessão e conseguimos desenvolver toda semana dicas de looks diferentes? :D

Obrigada a Malwee por acreditar no nosso projeto, pela qualidade top dos produtos, infinitas possibilidades de combinações, conjuntinhos e vestidinhos e pela equipe super carismática! Amei conhecer a equipe inteira. :D Ah, e não podia deixar de agradecer a Vanessa Bicalho, não é? Van, obrigada por embarcar nas minhas loucuras e por ter tanto carinho pelas suas clientes e crianças. É incrível o tanto que a Larinha gosta dela, gente! (Ah, e eu também!)

Gostaram das inspirações? Gostariam de me dar alguma diquinha?
Para quem não sabe, já escrevi um editorial de moda para uma revista por um tempo, mas a maternidade chegou e tomou 100% conta de mim. Agora minha moda é assim: leve, colorida, confortável e com cara de criança!
Beijos,
Nanda
ananda@meudiadmae.com.br
Curta nossa Fan Page: Meu Dia D Mãe
siga nosso instagram: @meudiadmae

, , , , , , , , , ,