Cólica no bebê: saiba como ajudar seu pequeno


Por mais que todas nós mamães não quiséssemos que os nossos bebês passassem por isso, cólica no bebê é algo normal e que não há como evitar, mas sim como ajudar seu pequeno. 

A princípio essa dorzinha tão desconfortável é motivo de muito choro.

A cólica no bebê pode surgir por algumas razões, como por exemplo: o bebê ingerir ar no momento que está mamando, consumir alimentos que ajudam a causar gases e até mesmo apresentar intolerância a determinados alimentos.

Desde já para te ajudar a aliviar a cólica no bebê o indicado é que com uma compressa de água morna você massageie a barriga do pequeno com movimentos circulares.

Mas lembre-se: caso a cólica não passe com as dicas a seguir, entre em contato com um pediatra. Combinado?

Confira a seguir algumas dicas para aliviar a cólica do bebê!

Saiba como aliviar a cólica no bebê

Na segunda semana de vida é mais comum alguns bebês apresentarem cólica. Que dó, não é mesmo?

E o que nós mamãe podemos fazer além de querer chorar e tomar a dor da gente? Isso mesmo, manter a calma e respirar fundo, pois essa fase irá passar.

Separei alguns passos que irão ajudar na hora de aliviar a cólica do pequeno. Confira:

  1. Comece massageando a barriga do seu bebê com movimentos circulares. Para melhorar o momento da massagem, busque utilizar um óleozinho ou até mesmo um creme hidratante de criança;
  2. Utilize uma bolsa de água morna na barriga do bebê. Mas cuidado! Verifique se está realmente morna. Coloque sobre sua pele por alguns minutos, pois caso queime ou gere desconforto, não coloque no bebê, evitando assim queimaduras;
  3. Outra dica clássica e muito usada além de em bebês e também crianças é colocar o bebê deitado e empurrar sua perninha até sua barriga. Essa técnica ajuda bastante os pequenos a aliviarem seus gases;
  4. Bora colocar o bebê para malhar? Brincadeira, mas pegue a perninha do bebê e faça movimentos como se tivesse em uma bicicleta, esse movimento ajuda e muito no momento de cólicas no bebê;
  5. Há medicamentos indicados para cólicas de bebê mas lembre-se, por seu bebês ser muito novo, talvez ele tenha reações alérgicas que você ainda não sabe. Por isso, evite comprar por conta própria e fale primeiro com um pediatra. Combinado?

Por que meu bebê tem tanta cólica?

Por ainda estar desenvolvendo alguns órgãos, principalmente o digestivo, os bebês tendem a ter cólicas regularmente até os primeiros 6 meses de vida.

Porém, algumas causas mais comuns além da formação, são:

01. Seu bebê está ingerindo ar

Você sabia que enquanto seu bebê mama ele pode acabar ingerindo ar? Muitas mamães não fazem ideia sobre isso.

Caso o seu bebê não esteja pegando direito o mama e até mesmo chore enquanto mama, é normal que acabe engolindo ar e isso gera cólica em nossos pequenos. 

E para piorar, quando os pequenos estão gripados a tendência das cólicas tendem piorarem, isso porque seu nariz está tampado e seu único meio de respiração será pela boca. 

Veja também: Como amamentar nos primeiros dias

2. Sua alimentação

Isso mesmo mamãe, sua alimentação pode ter ligação direta com a cólica do bebê.

Os alimentos que mais geram cólicas em seu bebê após ingerir e dar de mama são: chocolates, feijão, pepino, brócolis, nabo, ervilhas e entre outros.

Você também pode começar a reparar em sua alimentação. Por exemplo, toda vez que você toma café seu bebê fica com muita cólica? E nos dias que não toma?

É normal também que os alimentos que geram gases nas mamães também geram em seus bebês, por isso, fique atenta. 

3. Intolerância à lactose

Muitas pessoas mesmo depois de adultas continuam com intolerância à lactose pois não foi descoberta logo quando criança. Você sabia?

A princípio, a intolerância é gerada após o consumo de alimentos de leite e podem causar grande desconforto tanto em adultos quanto nos pequenos.

Os sintomas surgem em seu bebê em cerca de 30 minutos ou até mesmo 2 minutos após ingerir leite.

Fique atenta e fale com sua pediatra assim que perceber esse sintoma, pois quando mais cedo for tratado, mais fácil fica de curar.

Compartilhe!