Criança na escola: entenda a importância de matricular seu filho


A princípio, o momento de matricular a criança na escola pode deixar alguns pais com o coração apertado e até mesmo em dúvida.

Pois é normal querermos proteger os pequenos o máximo possível, mas algumas fases precisam ser enfrentadas com muita paciência e amor.

Primeiramente, você sabia que a criança na escola aprende muito mais do que em casa? E que a escola é fundamental para o desenvolvimento da criança?

Há papais que já colocam seus filhos nos primeiros meses, e a pais que colocam só após a criança completar 5 anos.

Não há momento certo ou errado, mas sua criança na escola pode se desenvolver muito mais rápido em um ambiente como a escola.

Separei algumas maneiras de como a escola pode ajudar no desenvolvimento da criança:

Confira por que colocar a criança na escola

 

1. Aprende a socializar

Seu filho tem dificuldade de falar com as pessoas ou até mesmo é tímido? Então a escola irá ajudá-lo a se soltar e perder a timidez.

Quem nunca ouviu uma mamãe falar “Ele só me deixa fazer as coisas se estiver no meu colo”.

E é ai que entra o desenvolvimento na escola, pois lá ele irá passar um tempo longe dos pais, aprenderá a se comunicar sozinho, sem que a mamãe ou papai ajude. 

Além disso, é na escola que os pequenos aprendem noções sobre sociedade, diferenças de culturas, maneiras de obedecer regras e cumpri-las.

 

2. Cria rotinas

Há muitas crianças que trocam o dia pela noite, e um motivo disso acontecer é por não conterem uma rotina definida.

Com a criança na escola, eles gastam energia, comem em um horário certo e estarão bastante cansados para dormir cedo, de maneira que não troquem o dia pela noite.

Portanto, por mais que sua casa tente seguir uma rotina, a escola irá reforçar e ajudar que isso aconteça.

Seu filho terá o horário de acordar correto, o momento do café da manhã, almoço e jantar. Sem falar que isso ajuda muito as crianças que não são muito fãs de comer.

Com a escolinha, as crianças veem os amiguinhos comendo e querem fazer igual.

 

3. O não passa a ser normal

Ninguém quer criar filhos mimados, isso é fato. Mas sabemos que os papais e avós sempre irão fazer de tudo por seus pequenos.

Então, é na escola que a criança passa a escutar mais “não”. Principalmente dos amiguinhos!

Pode parecer meio assustadora a ideia, mas você verá que seu filho irá aprender a dividir brinquedos e aprender palavras mágicas como “por favor” “obrigado”.

Com a socialização com outras crianças é normal que o “não quero emprestar” apareça durante a brincadeira, e é na escola que seu filho aprenderá como se portar diante dessa situação. 

 

4. Ajuda na fala

Imagine que seu filho fique 6 horas na escola, com diferentes crianças, atividades e brincadeiras.

É nesse momento que ele irá ser estimulado a falar e tentar se comunicar com os demais.

Quando as crianças estão em casa, a princípio elas podem passar mais tempo no celular ou vendo vídeos e assim não serem estimulados a falarem.

Por isso, o ambiente escolar desenvolve a necessidade do pequeno tentar se comunicar e conhecer novas palavras.

 

5. Cria laços

A princípio, caso seu filho não tenha irmãos, irá passar a maior parte do tempo sem a companhia de outra criança, certo?

Em muitos casos, as crianças que não vão à escola ficam com adultos. Frequentemente, o que pode atrapalhar é o senso de criatividade.

Com outras crianças ao redor, seu filho irá brincar e aprender uma infinidade de coisas que são para a idade dele.

Contudo, ele aprenderá a respeitar diferentes gêneros, raça e até mesmo a socializar com todo mundo, dessa forma se tornando uma criança mais simpática e comunicativa.

Os amiguinhos da escola muitas vezes acabam sendo amigos para sempre na vida de alguém. Quem não tem uma amizade desde de pequeno não é mesmo?

Ah, sem falar que as festas de aniversários irão tornar sua vida mais movimentada e divertida.

 

Para finalizar…

Dessa forma, espero que tenha gostado das dicas! Pense, refletir e abra seu coração para essa nova fase.

Assim como seu pequeno, você irá sentir saudades nos primeiros dias, e talvez até caia algumas lágrimas, mas lembre-se: é apenas uma fase.

Por fim, logo logo você verá a evolução e o rápido desenvolvimento que a escola oferece para os pequenos.

Então, conta para mim nos comentários: você já está enfrentando a fase da separação na hora de levar para escolinha ou ainda está pensando em matricular?

E confira outros assuntos sobre bebês e crianças aqui no meudiadmae e compartilhe com seus amigos.

Até mais!

Compartilhe!